• nardiniana

Conselho Cármico

Atualizado: 30 de Jun de 2021

Existe um grupo de Seres que ajuda cada um de nós no que concerne a transmutação de nosso carma.

Estes Seres, chamados de Senhores do Carma, guiam e supervisionam cada ação e reação dos seres encarnados, pois o Carma, seja ele positivo ou negativo, deve servir como lição, como oportunidade de evolução.

Trata-se de um processo complexo considerando a multiplicidade de forças invisíveis e sutis que estão continuamente sendo influenciadas pelas nossas escolhas.

Alguns desses Seres alcançaram um alto grau de iniciação e formam o Conselho Cármico, que é o órgão responsável por ministrar a justiça no planeta.

Passamos perante o Conselho Cármico antes e depois de cada encarnação, para avaliarmos tudo que manifestamos durante nossa permanência no mundo físico.

Toda orientação, ao contrário do que muitos pensam, não é uma ordem imposta. Uma vez desencarnados nós mesmos somos capazes de avaliarmos nossos erros e vitórias, e sabermos quais lições superamos e quais ainda devem ser aprendidas.

Tudo visando a nossa evolução, para que alcancemos a ascensão e a libertação da roda das reencarnações.

Durante cada encarnação temos ao nosso lado um anjo , chamado de “anjo do registro“. Este registra todas as nossas ações e as entrega ao “guardião dos pergaminhos”, que auxilia o Conselho Cármico.


Os Mestres que formam o Conselho Cármico, de acordo com Kwan Yin no livro “Kwan Yin, a Deusa dos milagres”, de Angela Jabor, são:

Mãe Maria – medianeira do Conselho, Juntamente com Pórtia preside as reuniões.

Mestra Nada – a Deusa do Amor

Pórtia – a Deusa da Justiça